Nosso Blog

Como funciona uma associação de Proteção Veicular?

As associações de proteção veicular – uma prestação de serviço legalizada e prescrita na constituição federal – são grupos que tem a finalidade de proteger os veículos contra roubos, furtos, acidentes ou danos, em que os associados dividem entre si os custos mensais dos sinistros ocorridos no determinado período. Não há fins lucrativos nessa modalidade.
Elas ganham cada vez mais força por desburocratizar processos e de democratizar o segmento com a proposta de economia colaborativa. Ou seja, oferece os mesmos serviços de uma seguradora, porém, de forma mais simplificada e com preços acessíveis. A base de cálculos para a mensalidade é bem simples. Ela leva em consideração os sinistros ocorridos com os membros do grupo durante o mês anterior, sendo o valor é dividido entre o total de cotas da associação — e não em estudos sobre a possibilidade de eles ocorrerem.

A adesão também é um grande diferencial. Nas associações, as avaliações são baseadas na tabela da Fundação de Pesquisas Econômicas (FIPE) e sem na análise de perfil, ou seja, o jovem de 20 anos investirá o mesmo que um homem de 60 anos na adesão de serviços de proteção veicular. Além disso, as condições oferecidas são asseguradas para qualquer condutor autorizado pelo associado, desde que ele possua Carteira Nacional de Habilitação (CNH). A adesão é imediata. Após a realização da vistoria e do pagamento da taxa de adesão, a associação está oficializada e a proteção passa a vigorar.
Todo o processo em uma associação é mais dinâmico, simples e desburocratizado, porque o foco é o bem comum dos motoristas associados, fazendo também com que o atendimento seja mais humanizado e personalizado.

Como funciona o Seguro Veicular?

O seguro auto é ofertado por empresas seguradoras com fins lucrativos, o que por si só já onera o valor do serviço. O processo de adesão de um seguro é bastante burocrático e com valores altos, sendo necessário que o veículo passe por uma inspeção e o contratante passa por uma avaliação.
Perfil do condutor principal (idade, sexo, estado civil e tempo de habilitação), nível de uso do veículo, área de circulação (onde reside, onde trabalha, trajeto percorrido, existência de garagem) e marca e modelo do carro são alguns quesitos avaliados. Com os passar dos anos, o perfil vai sofrendo alterações deixando o valor da apólice mais salgado. Ao início de cada ano, você não saberá quanto pagar pelo seu seguro.
Além de tudo isso, não são raros os casos em que o contratante não se enquadra no perfil ou nas regras restritivas de aceitação da seguradora e não pode realizar o seguro do seu automóvel.
A forma de pagamento também pode ser um entrave, já que é um valor alto por ser correspondente a um ano. Infelizmente, ou você faz o pagamento à vista ou divide em poucas parcelas no cartão de crédito.

Toda a burocracia imposta pelas seguradoras acaba tornando o processo difícil e gera insatisfação ao contratante, que muitas vezes prefere enfrentar riscos do que se submeter ao processo das seguradoras.

Horizonte Benefícios oferece serviços de forma simplificada e com preço acessível:

Quem possui veículo próprio entende bem a importância de proteger seu patrimônio, afinal, estamos constantemente expostos as mais diversas situações. E, para isso, você pode contar com a Horizonte Benefícios que conta a oferta de diversos serviços como assistência 24 horas, várias opções de coberturas, proteção a danos materiais, plano de rastreador e monitoramento, veículo reserva e proteção contra colisão, roubo, furto e danos naturais. Tudo isso de forma simplificada e com preço acessível, porque a Horizonte Benefícios é uma associação com proposta de desburocratizar processos e de democratizar o acesso a serviços de proteção veicular com a proposta de economia colaborativa.

Está gostando do conteúdo? Compartilhe!